Entre em contato conosco através do WhatsApp

Nasa Business Style - Avenida 136, número 761, Sala B45, 4 andar / Setor Sul / Goiânia - GO / CEP: 74093-250

Entre em contato (62) 3998 1100
SAIBA MAIS !

Recebe Informações Exclusivas

Informe seus Dados para esclaremos todas as suas dúvidas!

Porquê as varizes voltam?

Data: 31 de janeiro de 2019 | Autor: Dr Charles Esteves

Você já deve ter ouvido alguém falar que “nem adianta tratar as varizes porque elas voltam”, “porque as varizes voltam depois da cirurgia”, “cirurgia de varizes adianta” não é mesmo? Escuto muito esta questão aqui no consultório e para ajudar a esclarecer as dúvidas dos meus pacientes, fiz este artigo com os principais pontos que podem responder as principais dúvidas!

A QUESTÃO GENÉTICA

Sempre que avaliamos alguém com varizes perguntamos se na família tem casos de varizes, tromboses ou outras complicações vasculares, pois sabemos que a maioria das doenças vasculares tem muito fundo genético.

E essa genética determina uma fraqueza na parede das veias, um defeito no sistema de válvulas e sua predisposição a dilatação e formação de varizes.

Então uma veia normal hoje, pode com o tempo vir a dilatar-se e transformar-se em varizes.

Esse é o principal fator que faz com que as varizes “voltem”, o que na verdade, são outras que vão surgindo com o tempo.

O ESTILO DE VIDA

Conversamos da importância do fator genético na geração das varizes, mas toda a predisposição genética pode manifestar-se mais ou menos dependendo do estilo de vida.

A pessoa com tendência a varizes que trabalha muito tempo de pé ou sentada, pega muito peso, sedentária, tem muitos filhos e está acima do peso, colabora para o surgimento de varizes, micro varizes e vasinhos.

SITUAÇÕES ADVERSAS

Pessoas que sofreram uma trombose venosa (entupimento de uma veia interna) ou um trauma vascular (fratura, pancada na perna) tem maior chance de desenvolver varizes, mesmo que já tenham realizado tratamento anterior.

TRATAMENTOS INCOMPLETOS E FALTA DE ACOMPANHAMENTO

Aqui entra a maior polêmica.

“Doutor, já operei varizes três vezes e elas continuam do mesmo jeito!”

Aqui cabe considerarmos os fatores abordados acima e também analisarmos quais tratamentos e de que forma estes foram realizados.

A cirurgia convencional consiste em vários pequenos cortes ou furos e essas veias são retiradas com ganchos tipo agulhas de crochê e cabos de aço. Se a veia é retirada por completo, o problema fica resolvido.

O detalhe a saber é: a veia foi retirada por completo?

É bastante comum o paciente referir cirurgia(s) anterior(es) e descobrirmos que muitas veias não foram completamente retiradas e restaram muitos segmentos doentes, ou seja, não é que as varizes voltaram.

Na verdade, elas nem foram embora! Esse é um dos principais fatores que estão tornando os tratamentos convencionais obsoletos.

Outro fato muito importante a se considerar é “A RESPOSTA INDIVIDUAL DE CADA UM”. Nosso organismo “entende” que a veia, mesmo doente, é parte dele e ele busca a sua “regeneração”.

Veias tratadas com novas tecnologias tipo LASER e ESPUMA podem “voltar a funcionar”. O corpo manda células para tentar “reabrir”, “recanalizar” e às vezes consegue!

Por isso, sempre orientamos um acompanhamento mais detalhado, com exame de ultrassom Doppler vascular, fazendo uma vigilância. Não podemos deixar as veias doentes voltarem.

Por fim,

Esclarecemos que varizes “voltam” por fatores genéticos, estilo de vida e situações adversas. Vimos também que tratamentos incompletos “deixam veias residuais” que perpetuam o problema e que devesse fazer a vigilância dos casos, evitando-se que veias tratadas, mesmo por novas tecnologias, voltem a funcionar.

Quer saber mais sobre esse assunto? Deixe as suas dúvidas nos comentários!

QUER FICAR SEMPRE INFORMADO ?
CADASTRE-SE
Traçar rota