Entre em contato conosco através do WhatsApp

Nasa Business Style - Avenida 136, número 761, Sala B45, 4 andar / Setor Sul / Goiânia - GO / CEP: 74093-250

Entre em contato (62) 3998 1100
SAIBA MAIS !

Recebe Informações Exclusivas

Informe seus Dados para esclaremos todas as suas dúvidas!

Varizes: entenda o que são.

Data: 17 de agosto de 2018 | Autor: Dr Charles Esteves

As varizes são veias danificadas, dilatadas e deformadas que aparecem ao longo das pernas e pés. O seu surgimento é provocado pelo aumento da pressão nas veias da parte inferior do nosso corpo.

Embora seja mais frequente nas pernas, elas podem aparecer em qualquer parte do corpo. Geralmente apresentam-se na cor azulada ou arroxeada, tanto nas mulheres quanto nos homens. E, ocasionalmente podem provocar dores e inchaços.

Quais são as causas?

Seguindo um processo natural de envelhecimento as veias diminuem sua elasticidade, e as válvulas venosas começam a perder sua eficiência. Como resultado, o sangue tende a diminuir a circulação e até mesmo refluir dentro das veias provocando a sua dilatação.

Além da predisposição genética alguns fatores podem contribuir para o aparecimento de varizes:

  • Obesidade;
  • Sedentarismo;
  • Permanecer na mesma posição por várias horas consecutivas, seja em pé ou sentado;
  • Idade superior a 40 anos;
  • Mulheres que estejam passando pela menopausa;
  • Mulheres que utilizam pílulas anticoncepcionais;
  • Exposição exagerada ao sol;
  • Mulheres grávidas.

Quais são os sintomas mais comuns?

De uma forma geral as varizes chegam devagar, e no início não provocam grandes sintomas. Mas, alguns podem ser observados:

  • Sensação de queimação na parte inferior do corpo;
  • Inchaço nos pés e tornozelos;
  • Coceira nos locais onde os vasos estão dilatados;
  • Sensação de fadiga e peso nas pernas;
  • Formigamentos frequentes na parte inferior do corpo.

As varizes também podem contribuir para o surgimento de flebite, por isso é importante observar os sintomas citados, e suas características.

Como é realizado o diagnóstico?

O diagnóstico pode ser realizado utilizando um Fleboscópio e também o Doopler colorido. Esses dois aparelhos conseguem detectar profundidade e calibre dos vasos doentes, auxiliando o médico na indicação do melhor tratamento.

Função do Fleboscópio

Possibilita a visualização dos vasos subcutâneos, facilitando a localização das microvarizes e varizes de difícil visualização.

Função do Doppler colorido

É a forma mais precisa de avaliar a circulação dos vasos sanguíneos e os fluxos de sangue em determinados órgãos ou regiões do corpo. O aparelho consegue identificar as veias superficiais e profundas avaliando insuficiência venosa ou arterial, também chamada de má circulação.

Como é o tratamento das varizes?

Em casos mais simples é possível melhorar a circulação sanguínea adotando hábitos de vida mais saudáveis, porém em casos mais complexos existem dois tipos de tratamento:

 

  • Escleroterapia: aplicação de substâncias ou laser diretamente no local em que se encontra as varizes para remoção ou alívio dos sintomas;
  • Intervenção cirúrgica: para casos em que o paciente sente muitas dores, coceiras, e inchaços que comprometem os movimentos dos seus membros inferiores.  

 

A indicação do procedimento mais adequado é realizada juntamente com o angiologista ou cirurgião vascular que irá analisar o caso do paciente, além do tamanho e sintomas associados.

Com o tratamento adequado as varizes podem reduzir e até desaparecer. Mas, é importante destacar que caso o paciente não procure ajuda médica, elas podem provocar sérias complicações.

Independente do tratamento que o paciente adotar, é recomendável caminhar diariamente para estimular a circulação de sangue e o aparecimento de novos vasos sanguíneos saudáveis.

Quer saber mais sobre esse assunto? Deixe as suas dúvidas nos comentários!

 

QUER FICAR SEMPRE INFORMADO ?
CADASTRE-SE
Traçar rota