fbpx
Entre em contato conosco através do WhatsApp

Nasa Business Style - Avenida 136, número 761, Sala B45, 4 andar / Setor Sul / Goiânia - GO / CEP: 74093-250

Entre em contato (62) 3998 1100
SAIBA MAIS !

Recebe Informações Exclusivas

Informe seus Dados para esclaremos todas as suas dúvidas!

Entenda o que são varizes pélvicas e como é o tratamento

Data: 20 de maio de 2020 | Autor: Dr Charles Esteves

No nosso corpo as veias têm como função levar o sangue que está sem oxigênio de volta para o coração e pulmão para que eles se oxigenem e continuem o fluxo de nutrição do corpo. Se as veias estiverem saudáveis não ocorrerá nenhum problema, mas alguns fatores podem atrapalhar esse processo. 

 

As veias que estão saudáveis possuem pequenas válvulas que ajudam o sangue a retornar para o coração. Quando essas válvulas estão danificadas elas dificultam a circulação, e com mais sangue acumulado em suas finas paredes essas veias se dilatam e o sangue fica acumulado. 

 

Geralmente essas veias aparecem nas pernas, mas podem aparecer em qualquer outra parte do corpo. As varizes pélvicas são veias dilatadas que surgem principalmente na mulher próximo ao útero, trompas e ovários. Nos homens essas varizes são mais comuns nos testículos, e geralmente são chamadas de varicocele. 

Quais são os fatores de risco?

Todos podem sofrer com as varizes pélvicas, mas normalmente as mulheres entre 30 e 50 anos que tiveram uma ou mais gestações estão mais propensas a sofrerem desse problema. 

 

Isso acontece porque durante a gravidez as veias pélvicas se alargam e caso não retornem ao tamanho normal após o parto há grandes chances da mulher desenvolver as varizes pélvicas.

 

Pessoas com histórico familiar de varizes, ou mulheres com problemas hormonais e distúrbios menstruais também fazem parte dos fatores de risco e podem desenvolver mais facilmente as varizes pélvicas. 

Quais são os sintomas das varizes pélvicas?

Geralmente os sintomas apresentados são:

 

  • Dores pélvicas e no abdômen, com mais intensidade nos dias próximos a menstruação;
  • Incontinência urinária;
  • Inchaços;
  • Dores durante o período menstrual;
  • Dores durante as relações sexuais;
  • Sensação de peso na região do baixo ventre;
  • Sangramento intenso durante o período menstrual;
  • Distúrbios hormonais e de fertilidade;
  • Varizes visíveis na região da vagina, coxas ou bumbum.

 

Pode ocorrer melhora nos sintomas quando a mulher permanece sentada ou deitada. Pois, nessa posição o sangue tem mais facilidade de retornar para o coração. Mas, várias mulheres relatam uma dor que está sempre presente. 

 

Como é feito o diagnóstico e o tratamento?

Após o surgimento dos sintomas, o médico faz o diagnóstico das varizes pélvicas através de exames como o eco-doppler, tomografia abdominal ou pélvica e angioressonância. A flebografia também é um exame que pode ser necessário caso seja necessária intervenção cirúrgica. 

 

Após a confirmação do diagnóstico, o tratamento tem como objetivo diminuir os sintomas como a dor na região pélvica, a dor durante as relações sexuais e a sensação de peso ou inchaço na região íntima do paciente. 

 

Se os sintomas não apresentarem melhoras ou se ainda assim continuarem intensos, o médico vascular pode indicar a realização de uma embolização das veias. Esse procedimento consiste em inserir um cateter fino pela vai até o local da variz, liberando uma substância que diminui a variz e aumenta a força da parede da veia.

 

Não existe tratamento definitivo para as varizes. No entanto alguns hábitos e medicamentos podem ajudar a controlar os sintomas. Faça acompanhamento com um médico vascular e cuide da sua saúde. Agende uma consulta!

QUER FICAR SEMPRE INFORMADO ?
CADASTRE-SE
Traçar rota
Fale Conosco Agora!